terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Respeito

“Pois é uma qualidade entre os Lecedemônios, tolerar com paciência uma pilheria; todavia, se algum houvesse que não gostasse disso, bastava pedir ao outro que se abstivesse, e este incontinenti cessava. Mas era costume que a todos os que entravam na sala de convívio o mais velho dissesse, mostrando-lhe a porta: “Nenhuma palavra sairá por esta porta.”

Existem pessoas que não sabem a hora de parar uma brincadeira, passando do limite e desrespeitando seu irmão. Entre irmãos espartanos deve haver sempre o respeito preservando os limites da amizade e sempre respeitando o amor próprio e os sentimentos dos outros.
Caso algo não nos agrade, devemos logo falar, resolver as coisas com o diálogo e de forma franca para que não haja ressentimento no futuro. Quem falhou deve ter a humildade de reconhecer seu erro e não o repetir com o companheiro, a quem se foi falho a humildade de aceitar um pedido de perdão.
Muitas vezes, temos entre nós indivíduos que fazem do escarno uma arma ridicularizando e atacando com palavras os pontos fracos dos outros indivíduos, fazendo uso de palavras ofencivas, duplo sentido para fazer dos outros palhaço para o divertimento dos demais. Em uma irmandade a qual se busca valorizar a virtude, esse tipo de atitude não deve ser tolerada.

De: “A Vida dos Homens Ilustres” – Licurgo – Autor: Plutarco

Nenhum comentário:

Postar um comentário