segunda-feira, 20 de agosto de 2012

O Homem Que Me Complete

É fato, o ser humano não nasceu para viver sozinho. Todos procuramos companhia e alguém para nos completar.
Completar, esta é a palavra...
Numa definição um tanto quanto simplista, completar, seria unir partes que faltam para se formar um todo. Então, o que é o todo?
Num exercício de associação de idéias, a palavra completar nos remete a idéia do colecionismo: completar tarefas, coleções. Desta forma o completar seria unir parte do que falta em um conjunto de coisas iguais.
Voltemos a ideia do homem que nos completa. Seria então o homem alguém com qualidade e defeitos semelhantes a nós mesmos? Temos então uma bela definição romântica!
Então, alguns indivíduos procuram "espartanos" movidos pela idéia de que estes seriam os homem ideiais para um relacionamento "androfilo". A idéia do homem viril, másculo, sem traços do afetamento homosexual seduz muitos "solitários" e os faz buscar entre os espartanos o seu complementar.
Seduções e preferências a parte, é preciso que se entenda que o espartanismo se define por uma série de traços, de comportamentos além da estética. O espartanismo é um modo de vida onde os valores transcendem as simples características físicas, é antes um ideal onde o modelo estético é apenas um modelo, não uma obrigatoriedade ou pré-requisito. É parte de um todo.
O que distingue os espartanos é a diferenciação do modelo e de certos valores difundidos pelo "meio gay", nãos os desmerece porém não os segue por entender incompatíveis com seu modo de viver, seus valores são próprios e procuram simplesmente resgatar os valores guerreiros entre homens que gostam de homens.
O complementar entre espartanos seriam outros indivíduos cujos valores sejam iguais, não discordantes.
Para os que ignoram ou mal entendem a idéia do espartanismo as chances de um relacionamento satisfatório com um espartano seria pequena. Há de se entender que a Fraternidade Espartana não é um grupo de formação de casais, como um site de relacionamentos ou algo parecido. A Fraternidade Espartana é a união de homens que abraçam um único ideal, no esforço de desenvolvimento mútuo.
Os relacionamentos podem e devem acontecer porém não é esse o principal objetivo e nem deve ser este o objetivo de quem procura a nós se unir. O homem que eu procuro é o irmão de idéias e objetivos.
Para os relacionamentos, procuro aqueles que me completem.



Nenhum comentário:

Postar um comentário