sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Os 12 Princípios dos Espartanos Alfas

Em linhas gerais, todo indivíduo másculo que sente prazer de ser homem e se relaciona sexualmente com outro homem pode ser chamado de espartano. Isto é, homem que se relaciona sexualmente com homem e como homem.
Entretanto, espartano alfa ou espartano de fato (para diferenciar dos nascidos na atual cidade grega de Esparta) é aquele que segue esses 12 princípios.

I. Ser absolutamente másculo. Sentir um imenso prazer de ser homem, gostar de ter um corpo masculino e se relacionar sexualmente com homens.

II. Está convencido que é correto relacionar-se sexualmente com o mesmo sexo porque a ciência, recentemente, provou que o homem não tem estro e possui um córtex cerebral muito desenvolvido que o dota de muita imaginação. Esses dois fatos biológicos são as únicas causas de o homem nascer livre sexualmente quanto aos objetos que lhe provocam prazer sexual. Por isso muitos seres humanos sentem prazer sexual com animais, vários objetos, se masturbam e com o mesmo sexo. A liberdade sexual devido à inexistência do estro associado ao grande desenvolvimento do córtex cerebral é uma característica evolutiva da espécie humana.

III. Compreender que o relacionamento sexual entre pessoas do mesmo sexo é censurado porque não procria. Daí as elites sociais proibirem e/ou perseguirem os que desperdiçam o sêmen só com prazer porque são as crianças criadas pelos pais, com seu dinheiro e esforço, que se transformarão na mão-de-obra necessária para as elites sociais acumularem capital.

IV. Compreender que por isso surgiram os bloqueados sexualmente programados para ser pais-de-família e os sexualmente livres. Os bloqueados perseguem os sexualmente livres por alienação e assim se tornam inocentes úteis a serviço dos interesses econômicos e políticos das elites sociais.

V. Estudar e pesquisar sempre os guerreiros de todos os povos porque muitos se relacionavam sexualmente entre si achando vantajoso e superior esse tipo de prazer e relação amorosa. E, portanto, adaptar seus ensinamentos, e assim ter um guia seguro para, atualmente, resolver suas dificuldades.

VI. Tornar-se subjetivamente um guerreiro desenvolvendo uma poderosa força interior. Não beber muito álcool. Não usar drogas. Não fumar. Evitar alimentos que prejudicam o organismo.

VII. Ser extremamente honesto. Não mentir. Não trair. Ser absolutamente confiável.

VIII. Ser estratégico em todas suas ações. Ser organizado, disciplinado, previdente, persistente e controlar suas emoções e, portanto, confiar em si porque desenvolveu uma poderosa força interior a partir dos ensinamentos dos guerreiros nossos ancestrais.

IX. Treinar cotidianamente e assim se auto-educar, para praticando o agogê (treinamento) chegar ao aretê (excelência) para atingir a ataraxia (imperturbabilidade) e chegar a eudaimonia (felicidade). Isto é, o melhor que você pode ser, sob todos os pontos de vista, como faziam os antigos gregos. A Tradição Espartana visa criar grandes homens. É um processo de auto-educação.

X. Compreender que relação sexual entre homens pode ser um caminho para o aperfeiçoamento pessoal como foi para muitos guerreiros nossos ancestrais, dos quais devemos ser os herdeiros e, portanto, guardiões dessa tradição. É, isso, em essência, que é ser Espartano de Fato, Espartano Alfa, Espartano Hoje que são sinônimos do adepto desses pontos de vista.

XI. Construir uma Fraternidade Espartana. Ela é uma organização de homens, subjetiva e moralmente fortes, à semelhança da maçonaria, para praticar o apoio mútuo e assim se defenderem melhor das hostilidades, substituindo a família católica que muitos não quiseram construir. Esta fraternidade é seu grupo, seu clube, seu time, sua família, seu apoio e força nas horas da alegria e da tristeza. A construa, para ter e poder contar com um grupo de companheiros espartanos, absolutamente confiáveis e organizados, portanto, uma ampliação de sua força interior.

XII. Apoiar o socialismo democrático ou libertário que visa democratizar as sociedades e diminuir ou abolir as diferenças de classes sociais. Combater toda forma de discriminação e formas de racismo. Apoiar a luta de todos os oprimidos pela igualdade e respeito necessários a qualquer ser humano. Isso inclui o respeito e defesa de todas as diversidades humanas. Características corporais, culturais, religiosas, sexuais, de gênero, isto é, cor da pele, travestismo e transexualidade, efeminação etc. Apoiar de forma incondicional a liberdade das pessoas serem como quiserem mesmo aquelas que vão de encontro à maneira de ser dos Espartanos. E, assim sendo, também exigir respeito à maneira de pensar e de ser do Espartano Alfa.

Espartano Alfa






Nenhum comentário:

Postar um comentário