domingo, 26 de maio de 2013

Fundamentalismo Religioso é o Caralho!!


Fundamentalismo religioso é uma merda, é como tentar reconstruir a antiguidade ignorando toda a evolução da humanidade...e olha o quanto essa humanidade se esforçou pra chegar até aqui! É ignorar toda a evolução histórica da sociedade, todas as conquistas da ciência, todos os mártires da liberdade...e cuspir na cara de Cronus!
O mais espantoso no Fundamentalismo religioso é a capacidade de seus adeptos de aceitar mentiras como verdades absolutas pois, excetuando-se alguns poucos, a grande maioria faz uma seleção de interesses naquilo que deve ou não seguir. O que não me interessa, o Livro Sagrado condena, mas o que me interessa, mesmo condenado, eu ignoro...E você sabe que Deus sempre perdoa a ignorância, afinal de contas: Senhor, perdoai, eles não sabem o que fazem...” Será?
O fato é que a ignorância cresce como o mofo em paredes úmidas, se espalha, destrói, deixa tudo feio. No Brasil, religiões fundamentalistas se proliferam como o mais novo e lucrativo negócio do charlatanismo contemporâneo. Líderes escolhidos por Deus, recebem no seu “kit de trabalho” os dons de Salomão de escravizar os demônios e enriquecer a bandeiras despregadas..., e a inteligência, bom...malandragem também é uma espécie de inteligência. Poxa, num lembro, quem foi mesmo que disse que: “Daí a Cezar o que é de Cezar”? Enfim, não importa, os dons são dados aos merecedores do amor divino...Então, dentro dessa coerência, só haveria viado pobre, não é mesmo?
Ah, ta, Deus ama a todos, aos bandidos, aos assassinos, aos homossexuais...
Meu temor, no entanto, é que esse fundamentalismo em um futuro não muito distante transforme nosso país num grandioso “Salém” onde a nova inquizição fará uma festa mandando pra fogueira novos pecadores! Afinal de contas, “viado” e bruxo tão ali, juntinhos...adeptos da luxuria, das vaidades, agridem ao “Novo Senhor” que fez dos “escolhidos” uma manada de acéfalos de pernas peludas e ternos deselegantes das lojas de departamento, somente a falta de vaidade explicaria tanta falta de asseio e cafonice Viver para Deus é viver na fé, e viver na fé é não questionar; mas é não questionar a sabedoria divina, não fala nada sobre a frágil e limitada sabedoria humana dos seus líderes. Ainda bem que Lutero, aquele santo homem sabia disso, traduziu a Bíblia e deu na mão do homem do povo, pra que ele pudesse aprender e questionar, e entender que a verdade que lhe contavam não era a verdade de Deus. Ainda bem que São Francisco, aquele santo homem, também sabia disso e fez o próprio Papa envergonhar-se de sua riqueza. Ahhh, se Jesus não tivesse perdoado Maria Madalena!
Enfim, Fundamentalismo religioso é uma merda, é fruto da limitação cultural e a incapacidade mental de adaptar as heranças culturais, as escrituras sagradas à realidade atual; é uma espécie de escapismo para um tempo onde os ignorantes dominavam a Terra... Opa! Será que os ignorantes estão novamente dominando a Terra? Salvem os bárbaros!
E como dizia a velha canção: “E o alienado, de braços cruzados...”!


Nenhum comentário:

Postar um comentário